O QUE NINGUÉM PRECISA SABER - contos e poesia erótica


Liró Carneiro
Participou da antologia dos poetas de Brasília, em 1985, pela Shogum Arte e Editora; da revista “Mirante”, de Santos de Valdir Alvarenga, com a crônica “Pensando no passado passei do ponto” e o poema “Você ainda não...” e com alguns poemas na revista literária de Selmo Vasconcelos/ RO.

LANÇAMENTO DIA 11 DE SETEMBRO DE 2009, na XIV Bienal Internacional do Livro/RJ, das 12 às 13:40h, no estande 10 da OFICINA, Pav. Verde, Rua "Q", no Riocentro, Barra da Tijuca/RJ.


Meu nome é LirÓ CarneirO e sou autora do livro de contos e poemas eróticos, cujo título é: " O QUE NINGUÉM PRECISA SABER", expõe o erotismo de uma forma sutil e sensual. De uma forma leve e delicada. Os contos foram criados a partir da imaginação do personagem descrito. Engloba as fantasias que permeiam a mente dos seres humanos que reprimem a sua sexualidade, por medo ou por mero pré conceito plantado em suas vidas desde a mais tenra idade. O ser humano é um ser sexualmente livre, contudo encontra barreiras que são construídas pela própria mente conturbada pelo receio de viver cada desejo e cada fantasia. Entre os homossexuais, mulheres ou homens, o pré conceito social e familiar os torna, aos olhos da sociedade, pessoas "DIFERENTES". No livro tento ajudá-los a aceitarem-se como são. No decorrer de cada conto, tento ajudar as mulheres a "destravarem " suas vontades e desejos. Aos homens tento ajudar de uma forma que possam entender que o desejo e o orgasmo nem sempre vem do toque da mão da mulher e sim dos carinhos que podem ser dados por eles mesmos ou de uma mulher e mesmo de outro homem. O livro é feito de quinze contos que foram costurados com poemas eróticos.

Mais informações pelo e-mail: oficinaeditores@oficinaeditores.com.br

grade de lançamento